Hello

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Fri Dec 27, 2019 8:50 pm

Viva F,

Essa é uma boa resposta.
Tudo automático . Sensação de ser robotizado tudo.
Compreendo a necessidade de tentar encontrar uma explicação, mas porquê "automático", porquê "robotizado"? Tenho a impressão de que estás a ir atrás de ideias mecanicistas para explicar as coisas que acontecem. Consegues achar alguma evidência de que somos parte de uma espécie de mecanismo, de que somos uma espécie de robots?

Vê se é possível comprovar isto sem recorrer a ideias feitas.

Olha para a tua mão.

Mexe a mão.

Estás a ver açgo que acontece por causa de um automatismo? Vês a mão a receber um comando e a processar e realizar movimentos por causa desse comando? Dito por outras palavras, em termos de experiência, é possível verificar exatamente o que faz mexer a mão?

Tendo em conta a tua formação é provável que penses em termos anatómicos mas o que é que anima a anatomia? É possível saber?

Se olhares para um organismo - uma pessoa, um pássaro, um cão - estás a olhar para algo automático, robotizado?

Existe algo no que és e que te rodeia que te leve a afirmar que é tudo automático?

Estamos a afastar-nos um bocado da questão do eu, mas acho que é interessante ires vendo como as ideias condicionam a nossa visão da realidade.

Abraço
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Sat Dec 28, 2019 7:09 pm

Olá S.

Obrigado

Interessante sua pergunta, mas deve ser porque li muito a respeito disso e assisti alguns vídeos, entretanto se prestar atenção não é bem assim, há uma espontaneidade em tudo, tudo acontece, a única coisa que parece seguir um padrão são os pensamentos, que parecem sempre os mesmos de tempos em tempos. Realmente fui em ideias mecanicistas, nem sei porque. Não encontro evidências de que somos robots, mesmo com a rotina que a maioria de nós seguimos. Não consigo provar. Na realidade mesmo o coração e demais órgãos que trabalham no autônomo, eles tem frequências e ritmos variados. Não há uma ação mesmo ocorrendo de forma automática e realmente não é possível dizer o que anima a anatomia, nem o que dá comando aos comandos, mesmo que cheguemos ao sistema nervoso, mas antes disso tudo vira mistério e desconhecido. Nada na natureza parece ocorrer de forma automática, há as vezes o que parece padrões, como danças, mas automático não. Aliás uma das experiências que tive antes da LU, foi quando eu sentei em uma cadeira e estava apenas a observar, de repente as plantas pareciam dançar, os pássaros pareciam fazer sincronismos no ar, e de repente uma ave que estava bem distante, acredito que há uns 400 mts de distância ou mais, foi possível ouvi-la como se estivesse cortando o ar, foi possível ouvir o barulho tao alto que assustei, Após isso houve uma queimação na região do auvido direito por quase dois dias, depois nunca tive mais esse experiência, mas era realmente como se ouvesse a ausência de um eu ali ouvindo. Estranho.
Sim, concordo, afastar-nos um bocado da questão do eu é interessante, mas também, é importante ver as ideias e crenças que condicionam a nossa visão da realidade.

Obrigado

Abç

F

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Sun Dec 29, 2019 3:19 pm

Viva F,
foi possível ouvi-la como se estivesse cortando o ar, foi possível ouvir o barulho tao alto que assustei, Após isso houve uma queimação na região do auvido direito por quase dois dias, depois nunca tive mais esse experiência, mas era realmente como se ouvesse a ausência de um eu ali ouvindo. Estranho.
É necessário ter uma experiência fora do comum para pensar que não existe um eu nessa experiência?
Se te focares nos sons que estão a acontecer agora, o que é que descobres?
Existe um eu a ouvir os sons?

Abraço
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Sun Dec 29, 2019 8:43 pm

Olá Sandra.

Parece que é necessário ter uma experiência fora do comum para pensar que não existe um eu nessa experiência. Tipo uma experiência como a que tive. Esse é um dos truques da mente não? Como se sempre ficasse querendo mais e mais desses tipos de experiências para confirmar algo, no caso que o eu não existe. Cai numa espécie de vício né. Algo assim.

Se focar no som que estão a ocorrer agora descubro, som de pássaros, do teclado, do ar condicionado, da máquina de lavar roupa, das pernas roçando uma na outra, de pessoas caminhando, cachorro latindo, mais pássaros, etc.….

Só parece que há um eu a ouvir os sons, o senso de eu, os pensamentos que criam essa sensação de que existe um eu ouvindo o som, mas não existe eu nem dentro nem fora do corpo, não há uma entidade eu, não foi possível localizar isso. Realmente só há um senso muito forte de existir um eu que ouve os sons. Que condicionamento grande sofremos.

As vezes há a sensação que isso tudo que fazemos aqui vai contra a corrente que todos estão. Mas vamos dizer que aceito que isso é o momento de cada ser.

Se não somos um “eu” que pensávamos que éramos, o que somos? Que loucura. Só uma pensamento que diz que somos um “eu”. Nossa. Intrigante. No mínimo curioso.
Essa mente não para mesmo de interferir. Eita.

Obrigado

Ab’

F

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Mon Dec 30, 2019 3:23 pm

Viva F,

É estranha a vida não é? :)
Melhor dizendo, quando começamos a pensar há coisas que não encaixam bem umas nas outras.

Tens alguma dúvida Felippe?
Há alguma coisa que te mantenha na dúvida?

Abraço
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Mon Dec 30, 2019 7:30 pm

Oi Sandra, sim, é muito estranha a vida.

Não sei nada. Não há um eu e tudo acontece. Tudo acontece sem um eu. Não há um eu em ninguém, e todos estão envolvidos com esse eu. Eita.

As sensações passam, os pensamentos também. Na maioria das vezes essa espiral é onde caiu.

Só de pensar se tenho dúvidas todas duvidas surgem.

O Que sou? Que é tudo isso? etc.. e assim por diante.

Sim, há uma coisa que me mantem na dúvida. O Eu, o pensamento. Essa é a causa de toda duvida, expectativas, etc.

E agora? Para onde vamos?

Abç


F

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Tue Dec 31, 2019 2:55 pm

Viva Felippe!
Sim, há uma coisa que me mantem na dúvida. O Eu, o pensamento. Essa é a causa de toda duvida, expectativas, etc.

E agora? Para onde vamos?
Vamos olhar para os pensamentos.

Durante algum tempo observa os pensamentos, enquanto eles estão a acontecer.
De onde é que eles vêm?
Consegues controlá-los?
O que é que influência os pensamentos?
Sabes qual vai ser o teu próximo pensamento?
Um pensamento pode ser parado a meio?
O que é que sabes de certeza?

Responde a estas perguntas por ti próprio a observar o processo mental. Como é que os pensamentos aparecem, em grupos ou um depois do outro?

Repara que os pensamentos vem e vão. São só pensamentos, como nuvens no céu. E não há nada que os controla, surgem um após o outro e não há forma de pará-los ou livrarmo-nos deles. Como um rio que corre livremente.

Vês um eu na origem dos pensamentos, a pensar?
Um pensamento pensa?
O pensamento "eu" é um pensador?


Desejos de um excelente 2020 F,
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Wed Jan 01, 2020 10:42 pm

Olá Sandra, o pensamento observar ele próprio parece uma loucura. Muitas vezes ele é usado como ferramenta nas situações e confunde. Ele interfere na experiência direta.

Durante algum tempo observa os pensamentos, enquanto eles estão a acontecer.
De onde é que eles vêm?
Os pensamentos vem de sei lá de onde. Do nada, do nada? rsssss

Consegues controlá-los?
Não há controle. Só há ilusão de controle. Essa ilusão dá mais força aos pensamentos.

O que é que influência os pensamentos?
Aparentemente nada influencia os pensamentos, eles parecem ter vida própria.

Sabes qual vai ser o teu próximo pensamento?
Não, não é possível saber qual será o próximo pensamento.

Um pensamento pode ser parado a meio?
Parece que não.

O que é que sabes de certeza?
Nada ainda sei com certeza. Tudo passa e movimenta.

Responde a estas perguntas por ti próprio a observar o processo mental. Como é que os pensamentos aparecem, em grupos ou um depois do outro?
Eles aparecem um após o outro. Realmente os pensamentos vem e vão. Concordo, são só pensamentos, como nuvens no céu. E não há nada que os controla, não há um eu quem os controla. Na verdade o próprio pensamento criou o eu. Eles surgem um após o outro e não há forma de pará-los ou livrarmo-nos deles. Como um rio que corre livremente.

Vês um eu na origem dos pensamentos, a pensar?
Alguns pensamentos dá para ver um eu na origem outros o eu está escondido.

Um pensamento pensa?
Em pensamento não pensa.

O pensamento "eu" é um pensador?
O pensamento eu não é um pensador, o eu foi criado pelo pensamento, pelo condicionamento, et..

Feliz 2020 Sandra.

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Thu Jan 02, 2020 4:04 pm

Viva F,

Well done.
Alguns pensamentos dá para ver um eu na origem outros o eu está escondido.
Descreve este eu que dá para ver na origem de alguns pensamentos se faz favor.
o eu foi criado pelo pensamento, pelo condicionamento, et..
O que é e onde está este eu que é criado pelo pensamento?

Abraço
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Thu Jan 02, 2020 5:20 pm

Oi Sandra.

Descreve este eu que dá para ver na origem de alguns pensamentos se faz favor.

Desculpe vamos melhorar isso. Ver com os olhos não dá. O pensamento usa o termo eu. Eu vou escreve agora. Eu vou fazer isso. Eu vou ficar …. Mas ver com os olhos não é possível. Sorry....

O que é e onde está este eu que é criado pelo pensamento?
Acredito que vem com o nome, condicionamento familiar, social, ele não existe. Mas a ideia do eu, foi adquirido através do nome, etc.…toda aquela história.
O Eu não existe. Não é possível acha-lo, toca-lo, vê-lo. Mas o senso do eu é forte e real. O Eu não é real. Ë apenas pensamento. Não é nem meu. Apenas pensamento. Alguns momentos tao intenso que parece que existe. Está claro que não é real. Já procurei, olhei, etc. Não encontro.
O eu não existe. Desisto. As sensações de todos os tipos aparecem, e talvez vão continuar. Tanto as agradáveis quanto as desagradáveis. Os pensamentos também vão. Talvez em alguns momentos podemos até nos perder mesmo neles. Talvez, não adianta ficar mais procurando mais, ele, o eu, não existe. Tanto o eu que procura, como o eu que é procurado, não existem. Ë apenas o pensamento olhando ele mesmo. Confuso? Rsssssss. Foi ou é apenas uma ilusão. Nunca talvez questionada. A vida no momento presente inclui tudo. Às vezes é apenas difícil ficar receptivo, relaxar, perder a tensão no momento. Só. Talvez o tempo e a pratica, ou algo ai que está faltando na compreensão? Alguma expectativa escondida? Ou tudo é muito novo? Esse material da LU é recente e vai sendo digerido e compreendido com o tempo?
E agora Sandra, não existe esse eu. Não há eu fora, nem dentro, os pensamentos e sentimentos e emoções e sensações possuem vida própria. A vida segue sem esforço apesar de ainda haver aquela tensão do tipo o que é que devo fazer então? assistir? mas quem tá aqui assistindo? Não há um observador que achei que havia. A vida vive para ninguém? E agora? já vimos que ele não existe? Durante a experiência direta esses são os pensamentos que ultimamente passam por aqui.

Abraço
S

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Fri Jan 03, 2020 12:36 pm

Olá Felippe!

A tua resposta é uma mistura de ver com pensar.
O que me deixa confusa :)

Vamos voltar ao básico.

O que é que entendes quando eu te peço para veres, olhares?

O que é que fazes quando te peço isto?

Abraço
S

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Fri Jan 03, 2020 1:02 pm

Olá Sandra
Vamos que vamos .

Quando me pede para ver, entendo que é apenas a visão na jogada, apenas isso.

Quando me pede isso apenas uso a visão.

Ok ?

Abc

F

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Fri Jan 03, 2020 4:14 pm

Sim, é isso mesmo.
E do que é que estás à espera que aconteça? O que é que parece que falta?

User avatar
Felippe
Posts: 84
Joined: Fri Dec 13, 2019 6:37 am

Re: Hello

Postby Felippe » Fri Jan 03, 2020 5:06 pm

Só há uma sensação de que falta algo.

Não sei nem se espero que algo aconteça.

No fundo há sensação de que falta paz, alivio, tranquilidade, de parar tudo esse mental. Há a vontade de sentir essa conexão real com tudo e todos e não essa sensação ilusória do eu separado, que é uma sensação muito real, a ilusão de estar separado e o sentimento de estar separado são reais.

Mas vamos que vamos Sandra.

User avatar
Canfora
Posts: 3837
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Hello

Postby Canfora » Fri Jan 03, 2020 5:23 pm

Bom, se vês que não é possível encontrar um eu separado, o que é que pode mudar a forma como as coisas são?
Não estou a dizer que não possam mudar. Mudam sim. Mas aquilo que gostavas que mudassem dependem da existência ou não existência de um eu? E da consciência da ilusão?

Compreendo muito bem a necessidade, a esperança e a vontade de evitar ou mudar certas coisas. Mas não é irrealista esperar que a vida se torne numa espécie de conto de fadas? Que o que era mau se torne bom? E viveram felizes para sempre? O fim da impermanência?

O que é que vês por trás destas expetativas e desejos? Elas vêm de um eu? Provam de alguma forma a existência de um eu?

Abraço
S


Return to “Português”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest