Nunes

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Sat Jun 03, 2017 1:53 pm

Olá Cláudia!
Aqui fica minha maior dúvida. Se eu não sou o pensamento, ou qualquer outra coisa de que possa estar consciente de , sou o que? Parece que quero dar resposta a isto. Podes dar algumas palavras? :)
Porque é que tens esta necessidade de saber o que és? Não basta o seres?

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Sun Jun 04, 2017 6:30 pm

Olá Sandra,

Muito obrigado por teres mencionado o facto do porque eu querer saber o que sou.

Hoje refletindo nas nossas conversas, cheguei a uma conclusão:

È impossível saber o que sou. Acho que não pode haver definição possível.

Acho que a minha maior dificuldade então relaciona se com o facto de eu não poder saber, mas continuando erradamente a pensar que será possível definir o que seja.

Então isso traz me uma questão:

É isto que chamas o facto do ser separado?

Por exemplo, se o que é, é, então o facto da pessoa existir , e querer definir , continua sendo o que é, nada muda.

Meu Deus, será que tinha a ideia errada sobe Tudo que me tentastes mostrar?

beijinho grande e MUITO obrigado

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Mon Jun 05, 2017 11:22 am

Olá Claúdia!
È impossível saber o que sou. Acho que não pode haver definição possível.
É por isso que olhamos para o outro lado da moeda, para o que não és. É possível saber o que não és.
É isto que chamas o facto do ser separado?
Quando eu penso num eu separado, para mim isto quer dizer um eu separado do resto, separado da vida, separado do que está aqui. Um eu que é independente, permanente, constante, autónomo. Uma coisa que é o eu.
Meu Deus, será que tinha a ideia errada sobe Tudo que me tentastes mostrar?
O que eu te quero mostrar é o que está aqui agora. Foi por isso que te perguntei o que vês quando olhas para o que está aqui.

Temos sempre tantas ideias sobre tudo, mas o que está aqui agora é simplesmente o que é. Podes pensar sobre isto ou aquilo, mas a vida é sempre o que está aqui a acontecer.

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Mon Jun 05, 2017 8:36 pm

Olá Sandra,

Ok, isto é esquisito pois, tenho momentos de claridade e momentos perdida na mente.

Depois, não sei como, o pensamento acontece é diz:

Onde estiveste?
Parece que me quero localizar e relembrar, que só existe isto e não o que o pensamento diz.

Acho estranho.

Podes por favor dar algumas palavras.

Beijinho

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Tue Jun 06, 2017 9:01 am

Olá Cláudia, bom dia.
tenho momentos de claridade e momentos perdida na mente.
Parece que me quero localizar e relembrar, que só existe isto e não o que o pensamento diz.
O que é que gostarias que acontecesse em relação a isto? O que é que gostarias que mudasse?

E porquê?

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Tue Jun 06, 2017 7:48 pm

OLa Sandra,

Perguntas o que eu gostaria que acontecesse em relação ao que descrevi:
Não é que eu queira que algo aconteça. Sei que nada tem que acontecer. disse aquilo porque pensei que quando se vê a verdade da não existência do eu, tu não podesses voltar para traz e te esquecer.

Podes por favor dizer alguma coisa em relação a isso? Achas que pode ser porque no fundo ainda tenho dúvidas?

Não gostaria que nada mudasse. Mesmo. Como te tinha dito só acho estranho às vezes parecer me esquecer que o eu não existe.

beijinho

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Wed Jun 07, 2017 1:40 pm

Olá Cláudia!
pensei que quando se vê a verdade da não existência do eu, tu não podesses voltar para traz e te esquecer.
O que é que queres dizer com não poder esquecer? O que é para ti esquecer que um eu não existe? O que é que acontece quando te lembras? O que é que acontece quando esqueces? Muda alguma coisa?
Não gostaria que nada mudasse. Mesmo.
Tem piada. Eu adorava que imensas coisas mudassem. Enfim... É o que é.

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Wed Jun 07, 2017 8:14 pm

Olá Sandra,

Estou adorar estás últimas conversas pois estou a tocar nos pontos cruciais para mim.

Estou sempre desejaste de ver o que respondes :)

O que quero dizer com o não esquecer?
Por exemplo no outro dia, tive tipo um "insight" - que a substância do eu, e a substância do que é, é a mesma substância. O conteúdo muda, mas o que é real é o mesmo. Difícil de explicar.

Passado alguns minutos, comecei a pensar outra vez como um eu- exemplo- interagindo com o mundo da mesma maneira - um eu aqui, o mundo ali. Atenção, eu não estou a dizer que está ilusão, vá mudar pois já me explicaste que a ilusão continua, mas tu vês que é só ilusão. AQUI ESTÁ - eu interagi como se a ilusão fosse real. Entendes este ponto? O que eu às vezes vejo a ilusão como real e não apenas ilusão.

O que te pergunto é que eu pensei que quando vê se a ilusão como ilusão, como nunca ter sido real, que não se pudesse "esquecer" desse facto. Pensei que a ilusão não tivesse mais poder.


Nada acontece quando me lembro. Só alguma claridade sobre a verdade acontece.

Em relação ao querer que as coisas mudassem:
Sinto que querer que as coisas mudem, é não aceitar o momento como é. Não estou a dizer que tenho que aceitar tudo e como óbvio tenho os meus gostos e opiniões, mas estou mais consciente que o momento como é, é perfeito. sao os meus gostos e opiniões que distorcem as coisas.

beijinho

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Thu Jun 08, 2017 10:09 am

Olá Cláudia, bom dia.
Passado alguns minutos, comecei a pensar outra vez como um eu- exemplo- interagindo com o mundo da mesma maneira - um eu aqui, o mundo ali. Atenção, eu não estou a dizer que está ilusão, vá mudar pois já me explicaste que a ilusão continua, mas tu vês que é só ilusão. AQUI ESTÁ - eu interagi como se a ilusão fosse real. Entendes este ponto? O que eu às vezes vejo a ilusão como real e não apenas ilusão.
Isto deixou-me a pensar... :)
Dizes que vejo que é só ilusão. Mas repara que para ver que algo é uma ilusão, tens de olhar e VER que é uma ilusão. E a razão pela qual olhas é para verificar se aquilo que parece tão real é uma ilusão. É que, para mim, este eu ilusório que é suposto ser eu também parece real. Mesmo muito real por vezes. Mas..... se olhar para o que está aqui agora, vejo que o eu dos pensamentos não passa de uma ilusão.

O que é para ti interagir como se a ilusão fosse real? É comportares-te como um eu, uma pessoa, um ser humano? Existem outras alternativas? Neste momento estou rodeada de pessoas. Ver que não sou um eu separado não fez com que me começasse a comportar como um ser iluminado. Metade das pessoas que me rodeiam não parece gostar da minha forma de ser. Também é possível que tenham mais em que pensar do que em mim, que eu lhes seja indiferente. As minhas interações com as pessoas que me rodeiam são semelhantes ao que eram antes de ver a ilusão. O que te leva a pensar que ver que algo é uma ilusão tem o poder imediato de mudar o que é ilusório?

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunesobre

Postby Nunes » Fri Jun 09, 2017 12:05 am

Olá Sandra,

Hum..
Para mim interagir como se a ilusão fosse real é me esquecer e pensar que vivo dentro deste corpo.

Acho que ainda não consigo distinguir a realidade da ilusão.

Porque chamamos de ilusão? O que é ilusão e o que é real?

A que é suposto eu ver como ilusão? Quando dizes o eu, se é separado, eu sinceramente não entendo muito bem esse termo do eu separado. A única coisa que tenho é, que a forma como este eu aparece mais é na forma de pensamentos, e a maior parte das vezes é só

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Fri Jun 09, 2017 12:08 am

Sobre o passado e futuro. Vejo que não tem muita validade pois relata sempre Algo que não está presente.

Tens mais ângulos que eu possa ver em relação ao que te referes do eu separado?
Quando dizes separado da vida, autónomo independente eu também não entendo muito bem.

beijinho e obrigado

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Fri Jun 09, 2017 9:16 am

Olá Cláudia!

Como é que sabes que algo existe? Uma caneta por exemplo?
Olhas para a caneta, tocas na caneta e pensas "isto é uma caneta".
A caneta é algo que está presente aqui agora.
Podes estar a pensar em algo que aconteceu ontem e a caneta continua presente, aqui e agora.
A única coisa que tenho é, que a forma como este eu aparece mais é na forma de pensamentos
O que é que acontece quando não estás a pensar sobre ti? Ou melhor, quando não pensas este tipo de pensamentos que fazem com que um eu pareça real? É possível encontrar um eu aqui e agora, tal como é possível encontrar uma caneta?

Não penses sobre isto. Observa. O que é que vês aqui? O que é que não vês aqui? É possível encontrar um eu real (com existência separada, tal como a caneta) ou só pensamentos sobre um eu que o fazem paracer real?

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Sat Jun 10, 2017 12:06 am

Olá querida,
quando não estou a pensar em mim estou absorvida por outro pensamento qualquer, absorvida pela mente.

Se é possível encontrar um eu - este corpo está aqui como a caneta está. Porque è que assumo ser este corpo? Pois sem ele , não tenho percepção de nada, só através dos sentidos que pertencem a este corpo tenho noção do mundo que me rodeia.

Como assim que a caneta tem uma e existência separada????? Agora estou perdida. Pensei que tudo que existence não pode-se ser separado, porque tal como a existência por definição é um com o que é - impossível existir separação certo????????????

Sinto que continuo a pensar que estou dentro deste corpo.

Beijinho

User avatar
Canfora
Posts: 3978
Joined: Wed May 22, 2013 2:58 pm

Re: Nunes

Postby Canfora » Sat Jun 10, 2017 2:35 pm

Olá Cláudia!
Como assim que a caneta tem uma e existência separada????? Agora estou perdida. Pensei que tudo que existence não pode-se ser separado, porque tal como a existência por definição é um com o que é - impossível existir separação certo????????????
Bom, mesmo que isso seja verdade, acho que podemos partir do principio de que uma caneta não é um cão. É possível que a separação não exista, mas existem diferenças no que existe. E se não existem é como se existissem. Se quiseres andar de avião não compras um bilhete de autocarro.
Sinto que continuo a pensar que estou dentro deste corpo.
Onde exatamente?

Beijinhos,
S

User avatar
Nunes
Posts: 130
Joined: Wed May 04, 2016 1:45 am
Location: United Kingdom

Re: Nunes

Postby Nunes » Sun Jun 11, 2017 10:02 pm

Olá Sandra,

Entendo o que estás a dizer sobre as diferenças. Certos objectos teem certas qualidades que os definem mas ok não são separados.

Sinto que estou por detrás dos olhos.

Também tenho a noção de ser por inferência. Acho que já falamos sobre isso, tipo quando pratico uma ação, assumo a existência de um eu, mas consigo ver que é em termos d linguagem que isso é assumido.

Beijinho


Return to “Português”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest